Novas medidas crédito habitação: Como avançar com pedido ao banco?

Novas medidas crédito habitação: Como avançar com pedido ao banco?

Estão em causa três medidas, agora aprovadas em Conselho de Ministros, para ajudar os portugueses com as prestações dos seus créditos habitação: a redução e constância da prestação durante dois anos, o alargamento e simplificação da bonificação do crédito e a prorrogação da suspensão das comissões de amortização. Perceba se tem direito e como pedir. 

25 Sep 20234 min

Gostou do que leu? Partilhe!

Precisa de ajuda? Os intermediários de crédito da Poupança no Minuto explicam-lhe todo o processo, desconstruindo a complexidade destes termos, e ajudando-o na comunicação com o seu banco para ter acesso às vantagens agora impostas pelo Governo no crédito habitação. Mas conheça as novas medidas aprovadas. 

Primeiro, conheça as medidas aprovadas pelo Governo 

Prestação da casa reduzida e constante por dois anos 

A medida definida pela redução e constância da prestação do crédito habitação durante dois anos significará que a mesma seja calculada com base num indexante correspondente a 70% da Euribor a seis meses (aplicável a outros prazos). Desta forma, a prestação será reduzida e sempre a mesma. 

Mas quem tem direito a este benefício? Aplica-se a contratos de crédito para habitação própria permanente efetivados até 15 de março de 2023, com taxa de juro variável e um prazo de pagamento que se estenda ainda por (pelo menos) mais cinco anos

E como ter acesso a esta medida? O pedido pode ser feito ao banco a partir de dia 2 de novembro e até ao final do primeiro trimestre de 2024, sendo que o banco tem 15 dias atender ao pedido e, posteriormente, o mutuário um mês para decidir. O apoio será aplicado ao longo dos 24 meses seguintes à aprovação do plano. 

No entanto, note que o diferencial entre o valor da prestação devida e a que será paga vai ter de ser reembolsada quatro anos depois do final do período que se fixará a prestação, diluído entre o período que restará de empréstimo. Também poderá ser amortizado antecipadamente, sem ter de pagar comissões ou encargos adicionais. 

Alargamento e simplificação da bonificação do crédito 

A bonificação de juros no crédito habitação já está em vigor para mutuários com rendimentos até ao sexto escalão do IRS, mas uma nova medida do Governo vem alargar esta a mais famílias e também simplificar o seu cálculo. 

A bonificação em causa assenta numa percentagem do adicional dos juros pagos pelas famílias com rendimentos até 38.632 euros, com empréstimos até 250 mil euros (valor contratado inicialmente). 

A nova medida significa que a bonificação passa a ter uma elegibilidade mais alargada, passando o apoio a ser concedido a mutuários com uma taxa de esforço superior a 35%, quando a taxa de juro indexante ultrapasse 3%, cumprindo os restantes critérios de rendimentos e do crédito. 

Além disso, o cálculo passa a ser feito com base no limite de 3% do indexante. Sendo que a parcela de juros a bonificar é agora de 100% quando a taxa de esforço seja igual ou superior a 50%, E 75% quando a taxa de esforço seja igual ou superior a 35% e inferior a 50%. Passando ainda a medida a ser estendida até 2024. 

Prorrogação da suspensão das comissões de amortização 

Também a suspensão das comissões dos bancos no caso de amortizações antecipadas, outra medida já em vigor, é agora prorrogada.  

Esta suspensão é uma medida que, desde imposta, tem levado a um grande aumento de reembolsos antecipados dos créditos habitação, já tendo ultrapassado seis mil milhões de euros. 

Medida esta que vê agora o seu prazo prolongado, podendo as famílias continuar a amortizar antecipadamente os seus créditos sem ter de pagar comissões cobradas pelos bancos. 

Como pode um intermediário de crédito ajudar? 

Por serem temas mais complexos, pode encontrar dificuldade em perceber como funcionam as novas medidas ou como requerê-las ao banco. 

Então, é aqui que entra o papel de um intermediário de crédito. Com a ajuda dos nossos serviços, pode: 

  • Ficar a compreender, primeiro, como funciona cada medida; 
  • Saber se alguma se pode aplicar ao seu crédito; 
  • Ter um profissional a comunicar com o banco por si, e a tratar de toda burocracia que o processo possa implicar; 
  • Poupar no seu crédito habitação, através de um serviço gratuito. 

Resumindo, com os intermediários de crédito da Poupança no Minuto pode ter acesso a um serviço simples, personalizado, rápido, sem desafios e (acima de tudo) sem custos. Contacte-nos e poupe tempo, dinheiro, poupando-se a burocracias! 

Newsletter

Assine a nossa newsletter e não perca nenhum conteúdo.



Crédito habitação