Qual o melhor mês para comprar casa?

Qual o melhor mês para comprar casa?

Está à procura de casa para comprar, mas não sabe qual o momento certo para avançar? Vejamos, mês a mês, quais as melhores épocas para adquirir um imóvel.

11 Aug 20236 min

Gostou do que leu? Partilhe!

Comprar uma casa é uma decisão importante na vida de qualquer um. Por isso, sabendo previamente qual a melhor altura para comprar o seu imóvel ideal, a decisão torna-se mais fácil de tomar. Mas o melhor mês para comprar casa é relativo: depende dos encargos financeiros de cada um.  

Se quer avançar já com a compra de casa, poupe uns minutos de leitura e vá direto ao que interessa: Contacte-nos para procurar um imóvel ou para intermediação do crédito habitação. Para saber mais sobre o melhor mês para comprar casa, leia de seguida. 

Janeiro a março  

Janeiro, fevereiro e março são os primeiros três meses do ano e a primeira época baixa. Janeiro é, por norma, um mês de recuperação do prejuízo das festividades e das férias de Natal. Fevereiro e março celebra-se o Carnaval, o que também pode dar aso a despesas.  

No entanto, por ser época baixa, nestes meses pode aproveitar os saldos e fazer férias de baixo custo. O mesmo se aplica ao mercado imobiliário, que sofre uma queda nos preços podendo, porém, haver pouca oferta.  

A comprar casa, ganha uma vantagem: as visitas nesta altura podem ser mais realistas quanto ao frio e à chuva. Se o imóvel não tiver um bom isolamento, ou tiver propensão a ganhar bolor devido à humidade e infiltrações, nestes meses é quando consegue avaliar melhor. 

Abril 

Abril é mês de Páscoa e de oferendas para os crentes. Mas não só! Abril é o primeiro mês para submeter a declaração de IRS e IRC, sendo que se declarar logo no início do mês pode ainda receber o reembolso ou ter de liquidar o valor respetivo ainda dentro de abril. O que pode ser uma ajuda ou uma despesa extra, variando consoante cada situação específica. 

Por isso, abril pode ou não ser um bom mês para comprar casa, dependendo de se entrega logo a declaração, se recebe ou paga o imposto e os respetivos valores. 

Maio 

Em maio continua a saga do IRS e IRC, ainda podendo entregar a declaração, receber ou liquidar algum valor. Mas neste mês existe uma outra preocupação para proprietários de imóveis: o IMI. O Imposto Municipal de Imóveis é devido por quem detém imóveis, sendo que deve ser liquidado no mês de maio.  

Se o valor do IMI superar os 100 euros, pode liquidá-lo em mais do que uma prestação, sendo que: se estiver entre 100 e 500 euros paga uma segunda prestação em novembro, e se for superior a 500 euros paga uma prestação em maio, outra em agosto e uma última em novembro.  

Então, nesse sentido, ao comprar casa em maio pode correr o risco de ter de liquidar uma prestação do IMI. No entanto, depois da Páscoa, o mercado imobiliário ganha mais opções a nível de oferta. 

Junho e julho 

Junho e julho são meses de começo de férias de verão, em que a oferta de imóveis volta a diminuir pois é uma época de descanso para a maior parte dos portugueses. 

É também época baixa no que toca ao consumo, novamente com saldos e baixos preços no que toca a viagens. Nestes meses, decorre ainda o IRS e o IRC, sendo que só pode entregar a declaração de IRC até 31 de maio, e a de IRS até 31 de junho, mas pode receber ou liquidar os valores ao longo dos dois meses (o limite do IRC é 31 de julho). 

Caso receba subsídio de férias, é possível receber com o salário de junho, o que pode ser uma boa ajuda aos custos iniciais da compra de casa. 

Pelo que pode ser uma boa altura para comprar casa, também podendo verificar mais facilmente detalhes dos imóveis. 

Agosto  

Agosto é dos meses mais caros no que toca ao mercado hoteleiro, por ser o mais calorento do ano e no qual a maioria dos portugueses tira férias. 

Caso o valor do IMI supere os 100 euros e não tenha sido já liquidado por completo, pode ter de pagar uma segunda prestação neste mês

E este é o último mês para receber ou liquidar o valor de IRS, tendo até ao dia 31 de agosto. 

Pode ser um mês interessante para comprar casa, apesar da pouca oferta, pois é uma altura determinante para visitas: é a época mais quente do ano, terá a casa isolamento suficiente para proteger do calor? 

Setembro e outubro 

Setembro pode ser um mês de despesas para quem tem dependentes e terá de gastar com o regresso às aulas. É uma época custosa para pais, mas importante no mercado imobiliário. 

Nestes meses começa a surgir, novamente, uma maior e mais variada oferta de casas. Contudo, os preços das casas sofrem um aumento nesta altura. 

Novembro e dezembro 

Ao contrário de dezembro que é, frequentemente, o mês com menos oferta de imóveis no mercado imobiliário, novembro apresenta ainda uma grande oferta. 

São tempos de preparação de festividades, seguidos do Natal e da passagem de ano. Novembro tem a Black Friday, para quem gosta de um bom desconto. E dezembro é o mês mais dispendioso do ano, principalmente devido a todas as prendas natalícias, e por ser uma época de férias. 

Mas em novembro pode ainda ter de pagar uma terceira prestação do IMI, no caso de o valor não ter sido liquidado antes e superar os 500 euros.  

No lado positivo, se receber subsídio de Natal, é também entregue com o salário de novembro, constituindo um bom complemento à ajuda de despesas, especialmente com a compra de uma casa. 

Comprar casa em novembro ou dezembro é possível que seja mais desafiante por ser uma época mais conturbada para a carteira. Mas tudo depende da situação do mercado imobiliário, e dos casos específicos: se tem despesas como o IMI para liquidar, se recebe ou não subsídio de Natal, entre outros fatores.  

No geral, o melhor mês para comprar casa vai sempre depender de cada consumidor e respetivos encargos. A partir do momento em que tem um crédito habitação pré-aprovado (se recorrer a financiamento), pode avançar com o processo. Neste sentido, saiba que os intermediários de crédito Poupança no Minuto estão aqui para ajudar! Esclarecem todas as suas questões, mediando o seu crédito com os bancos através de um serviço gratuito.  

Simplifique o processo, compre um imóvel com a Casa no Minuto, através de crédito habitação, com a ajuda da Poupança no Minuto

Newsletter

Assine a nossa newsletter e não perca nenhum conteúdo.



Simuladores