Comprar online fica mais barato? Estudo diz que sim

Comprar online fica mais barato? Estudo diz que sim

Estudo realizado a portugueses revela que grande maioria prefere fazer compras online, com especial foco em sites estrangeiros e compras em segunda mão.  

11 Apr 20242 min

Gostou do que leu? Partilhe!

O seu foco é poupar? Conte connosco para o concretizar! Se tem créditos e/ou seguros, contacte a Poupança no Minuto para o ajudarmos a baixar as suas prestações mensais. 

Segundo os portugueses, comprar online tem sido mais barato 

Dados do Barómetro e-Shopper 2023 da Geopost, divulgados pelo Notícias ao Minuto, demonstra que os portugueses consideram que as compras online são uma forma de poupar dinheiro

O relatório revela, aliás, que Portugal é o país europeu onde os consumidores são mais sensíveis ao preço em compras online, sendo que 71% dos e-shoppers regulares portugueses afirmam que poupam com este método (a média europeia é de 65%). 

Estes números refletem assim o impacto da inflação na carteira dos portugueses, “para quem o preço é o fator mais importante nas suas decisões de compra (76%), ou para quem procura estar sempre atento a um bom negócio (79%)”. 

O Barómetro revela ainda que 49% dos e-shoppers regulares portugueses compram online devido à existência de entregas gratuitas, 28% valorizam o facto de não existirem taxas escondidas adicionadas ao valor do produto, e 22% justificam com a devolução gratuita

Grande parte dos portugueses (73%) indicou comprar online em sites estrangeiros, em especial na Espanha (61%), na China (58%) e no Reino Unido (33%). 

Outra tendência face às compras online, por forma a poupar, relaciona-se com as compras em segunda mão, sendo que, de acordo com a informação partilhada, os portugueses receberam, em média, quatro encomendas por mês. Além disso, um em cada três e-shoppers regulares confessam ter aumentado as compras em segunda mão, em média, 11 vezes por ano em 2023, três vezes mais que em 2022. 

A maioria (65%) referiu que esta mudança se deve ao aumento dos custos, e 42% o facto de contribuir para uma economia mais responsável. 

Por outro lado, as entregas em casa começam a perder peso, contra as entregas “Out-of-Home" (OHH), como os lockers

Este Barómetro foi desenvolvido perante um total de 24.233 entrevistas em 22 países europeus, sendo que em Portugal contou com 1.006 entrevistas

Se tem como objetivo definido poupar, o Poupança no Minuto é um intermediário de crédito e mediador de seguros que caminha do seu lado na procura de melhores (e mais baratas) condições para os seus produtos! Caso procure encontrar as melhores condições do mercado, e diminuir o valor que paga, fale connosco. 

Newsletter

Assine a nossa newsletter e não perca nenhum conteúdo.



Simuladores